Estudantes de Projeto de Extensão realizam atividades com pacientes da APAE

O “TraduSC” proporcionou o contato entre os estudantes e os pacientes com deficiência visual, que avaliaram uma audiodrescrição




Os estudantes dos cursos de Letras – Português e Inglês e Letras – Tradutor do UNISAGRADO, que integram o Projeto de Extensão TraduSC, realizaram no dia 04 de outubro atividades com os atendidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Bauru. A ação teve o objetivo de promover o encontro com as pessoas que apresentam deficiência visual ou prejuízo visual, que são o público que pode usufruir das práticas desenvolvidas no projeto e, com isso, realizaram uma avaliação da qualidade da Audiodescrição (AD).

Na ocasião, os pacientes da APAE assistiram ao clipe “THRILLER" com AD, a qual foi produzida pelos membros do TraduSC no 1º semestre de 2018. Em seguida, foi realizada uma entrevista com perguntas estabelecidas em um questionário para a pesquisa de Iniciação Científica "Análise do roteiro para Audiodescrição de cenas do clipe ‘Thriller’", do Estudante de Letras - Português e Inglês, Luka Corrêa Figueiredo, um dos membros do TradUSC, e orientada pela Profa. Dra. Leila Maria Gumushian Felipini. A pesquisa tem como objetivo avaliar, na perspectiva do deficiente visual, a qualidade da AD produzida para o clipe.

As atividades buscaram proporcionar, também, um momento de lazer e interação para os pacientes da APAE. A coordenadora do Projeto de Extensão TraduSC, Profa. Dra. Leila Maria Gumushian Felipini ressalta que “para os atendidos pela APAE, essas atividades permitiram que eles interagissem com pessoas diferentes e tivessem acesso a produtos audiovisuais com audiodescrição, a qual possibilita que eles compreendam o conteúdo do clipe. Já para os alunos do projeto, essas atividades promoveram uma vivência muito importante para o trabalho desenvolvido no projeto, uma vez que eles puderam receber um feedback da audiodescrição realizada pelos membros do projeto em 2018. É muito significativo ouvir o que o público-alvo da AD tem a dizer com relação a essa modalidade de tradução para acessibilidade!”, expõe.

A última etapa do processo de produção de uma audiodescrição é a consultoria que deve ser realizada por um deficiente visual e tem como objetivo avaliar a qualidade e o nível de eficácia. “Desta forma, é muito significativo para os membros do projeto terem a possibilidade de entrevistar os pacientes da APAE sobre uma AD que foi realizada pelo próprio grupo”, destaca Felipini.

Saiba mais sobre o Projeto de Extensão TraduSC clicando aqui.


Link deste artigo: https://unisagrado.edu.br/site/conteudo/9127-estudantes-de-projeto-de-extensao-realizam-at.html
Tags: UNISAGRADO, Projeto de Extensão, TraduSC,


Receba nossas notícias
UNISAGRADO

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2019 | UNISAGRADO. Todos os direitos reservados.

Site Seguro