Facebook Pixel Fallback

Iniciação científica: a ciência que ultrapassa fronteiras

O apoio à pesquisa é um dos fundamentos do UNISAGRADO para promover a extensão em benefício da sociedade




Transmissão realizada pela plataforma TEAMS durante o XXVIII Fórum de Iniciação Cientifica 

O UNISAGRADO, alicerçado pela perspectiva ética e humanista no processo de ensinar e aprender, tem como um dos fundamentos principais dar apoio à pesquisa acadêmica dos estudantes, incentivando-os para o campo da ciência. Desta forma, visa com o foco na pesquisa, ultrapassar fronteiras e promover a extensão em benefício da sociedade, para o desenvolvimento e para a educação.

A atividade de pesquisa atrelada ao desenvolvimento social e intelectual do indivíduo vem sendo desenvolvida e estimulada no UNISAGRADO desde a existência da instituição e nas mais diversas áreas, incluindo saúde, exatas, humanas e sociais aplicadas. Os programas de Iniciação Científica (IC) estimulam a pesquisa dos estudantes sob a direção de um orientador qualificado.

Na Graduação, a Instituição estimula a pesquisa por meio dos Trabalhos de Conclusão de Curso e dos Programas de Iniciação Científica. Esses programas têm como alguns dos objetivos despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação, proporcionando a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, e estimulando o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade - decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Iniciação Científica

O Programa de Iniciação Científica do UNISAGRADO funciona desde 1993 e é composto pelas modalidades: Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC – CNPq e FAP/UNISAGRADO); Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – (PIBITI – CNPq e FAP/ UNISAGRADO); Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (PIBIC-EM/CNPq); Programa Voluntário de Iniciação Científica (PIVIC e PIVITI/UNISAGRADO) e IC/FAPESP. Para saber como participar, pré-requisitos e maiores informações - clique aqui.

Fórum de Iniciação Científica

Ao final de cada ano, o UNISAGRADO realiza o Fórum de Iniciação Científica para apresentação das pesquisas desenvolvidas durante o ano. No mês de dezembro, o XXVIII Fórum de Iniciação Científica – PIBIC; IX Fórum de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBITI; VIII Fórum de Iniciação Científica do Ensino Médio - PIBIC-EM, contou com mais de 308 inscritos e 204 trabalhos apresentados das mais diversas áreas do conhecimento.

O evento ocorreu remotamente e foi exclusivo para os estudantes, professores e colaboradores do UNISAGRADO e também para os estudantes do Ensino Médio que participaram dos projetos. A programação contou com a presença do Prof. Dr. Vinicius Cestari do Amaral e dos egressos Daniel Baldini Fumis e Vinicius Taioqui Pelá, que ministraram a Palestra de Abertura - confira aqui na íntegra! Nos dias seguintes, foram realizadas também as apresentações orais das pesquisas realizadas nas áreas de Ciências da Saúde, Exatas, Humanas e Sociais – além da apresentação dos projetos dos estudantes do Ensino Médio que participam do programa PIBIC-EM.

A coordenadora da Iniciação Cientifica, Profa. Dra. Gabriela Marini Prata conta que, por se tratar de um evento que envolve muitos estudantes, professores da casa e avaliadores externos, planejar o Fórum é sempre um desafio. “Como aconteceu em 2020, o Fórum foi totalmente online e como todos os participantes estavam adaptados com a plataforma Teams, as apresentações foram um sucesso”, afirma.

Marini ressalta a importância da apresentação dos projetos desenvolvidos pelos estudantes. “A participação no Fórum é de extrema importância pois é o momento que ocorre a apresentação pública e a arguição da pesquisa por professores externos e da casa.   A iniciação científica proporciona ao bolsista a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimula o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa. Com a pandemia de COVID-19, mais do que nunca, a Ciência ganhou grande destaque na sociedade e a iniciação científica é um dos caminhos para formarmos grandes pesquisadores”.

A coordenadora destaca também a persistência e coragem dos estudantes e orientadores que deram andamento nas pesquisas, mesmo frente aos desafios da pandemia de COVID-19. “Mesmo com a pandemia, a maioria dos estudantes cumpriram todos os requisitos necessários para a finalização das pesquisas, e algumas pesquisas que não puderam ser apresentadas em 2020, foram finalizadas este ano, para que nenhum aluno fosse prejudicado”, finaliza.

Depoimentos de estudantes pesquisadores do Ciclo 2020/2021

Thatiane Bôscoa

“Ao pensar em como poderia descrever o período de iniciação científica, duas palavras me vêm à mente: gratidão e complexidade. Não é fácil realizar pesquisa científica, ainda mais durante o período de pandemia, onde por muitas vezes passava horas encarando o documento em branco do word. No entanto, visualizar minha pesquisa tomando forma e encaminhando-se de maneira a contribuir com a academia científica a partir da minha visão e da minha análise dos conteúdos selecionados, a inércia é substituída pela ufania. O fim desse processo marca, na minha vida acadêmica, conquista; na pessoal, superação. Com o incentivo e fomento à pesquisa e educação pelo Unisagrado e pelo meu professor orientador, essa oportunidade propiciou mais um passo trilhado na minha jornada acadêmica.”

Mariana Paleari Zanoni

“Desde que iniciei os estudos na instituição UNISAGRADO, no curso de Fisioterapia, eu ouvia falar sobre a Iniciação Científica, e meu desejo foi se tornando forte de realizar a experiência da pesquisa, mas via muitos empecilhos, pelo fato de eu trabalhar durante todo o dia e não ter a disponibilidade necessária. Mas com a disposição da minha orientadora foi possível tornar este desejo realizado! Com muita alegria estou terminando a minha IC e irei apresentá-la no final do ano! Em alguns momentos foi difícil, mas nem se compara com o enriquecimento da experiência! Deixo aqui meu incentivo para você, aluno, a ir em busca da Iniciação Científica, esta realização traz consigo uma bagagem muito boa para nós estudantes e também abre oportunidades para a vida profissional! Vale muito a pena!”

Luma Garcia Camargo

“A Iniciação Científica foi um grande passo em direção ao amadurecimento acadêmico para mim. Foi através desse trabalho que aprendi a pesquisar e coletar dados, filtrar informações, discorrer sobre o que li, analisar criticamente e muito mais. Sem esse conhecimento prévio da Iniciação Científica, eu não teria tanta facilidade ao lidar com o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). É uma grande responsabilidade apresentar novas propostas e ao mesmo tempo cumprir prazos, se reunir regularmente com seu/sua orientador(a), mas, com toda certeza, é uma grande responsabilidade que resulta em uma experiência riquíssima, profunda e muito recompensadora.”

Bettina Gomes

“Realizar a pesquisa de Iniciação Científica foi uma das mais significativas experiências do meu processo de graduação. Desde o segundo semestre do meu primeiro ano já me interessava pela ideia e tinha pretensão de buscar mais informações. No segundo ano iniciei a construção do projeto e, mesmo ainda sem compreender profundamente o que estava realizando, já sabia que estava traçando um importante caminho na vida profissional e pessoal. Com o andamento do projeto e posteriormente da pesquisa em si, o que eram apenas ideias foram tomando forma e conteúdo, tornando o que ainda era uma situação nova e às vezes até mesmo confusa, em algo concreto e encantador. Assim, pude sentir um desenvolvimento abrupto em relação ao início. Mais do que aprender sobre o tema trabalhado, aprendi sobre ciência, pesquisa, estudo, partilha de conhecimento com ética e respeito, e desenvolvimento de olhar e pensar crítico. Acredito que quem tem a oportunidade e o interesse em realizar a pesquisa de Iniciação Científica tem muito a ganhar em todos os aspectos trabalhados nas graduações. Considero de fundamental importância a mudança que a Iniciação realiza em nosso olhar sobre a própria pesquisa científica, pois realizar uma Iniciação é a oportunidade para compreender como funcionam seus mecanismos e o quão fundamentais e enriquecedoras elas são. A Iniciação Científica fez aflorar em mim o encanto sobre a ciência e a compreensão mais lúcida de tantas questões antes nebulosas. Hoje consigo me enxergar como alguém muito diferente de antes da realização da pesquisa, e uma das questões que mais me atrai é a perspectiva de perceber o quanto ainda tenho a crescer. A todos aqueles que tem a oportunidade e vontade: o conhecimento científico destrói barreiras e constrói pontes. O crescimento é imensurável e faz toda a diferença!”

Premiações

O UNISAGRADO, anualmente, concede prêmios e homenagens nas categorias que contemplam a Iniciação Científica, sendo esta uma forma de incentivo e promoção do tripé: ensino, pesquisa e extensão. Para a Instituição, o reconhecimento é essencial, pois valoriza o esforço, trabalho e dedicação do estudante e do seu professor orientador.

Confira os estudantes premiados no Fórum de 2021

Modalidade: Iniciação Científica do Ensino Médio

1º Lugar

Título: Nível de Informação e Ação Educativa sobre a Função do Assoalho Pélvico entre Adolescentes

Estudante Pesquisador: Ricardo Silva Ramos

Orientador: Profa Dra. Gabriela Marini

 

2º Lugar

Título: Acesso, Permanência e Sucesso na Escolarização de Jovens e Adultos (EJA): Limites e Possibilidades

Estudante Pesquisador: Giovana Carminato Machado

Orientador: Profa Dra. Eliane Aparecida Toledo Pinto

 

3º Lugar

Título: Proposta de Legenda para Surdos e Ensurdecidos do 1º Episódio da Série “Segunda Chamada”

Estudante Pesquisador: Ryan Felippe de Brito Correia

Orientador:   Profa Dra. Leila Maria Gumushian Felipini

 

Modalidade: Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

1º Lugar

Título: Adaptação De Um Climatizador de Ar para um Dispositivo Inteligente
Estudante pesquisador: Felipe Augusto Pereira dos Santos

Orientador: Prof Dr. Danilo Sinkiti Gastaldello 

Curso: Engenharia Elétrica

 

2º Lugar

Título: Realidade Aumentada – Design De Um Provador Virtual De Armação De Óculos

Estudante Pesquisador: Maria Eduarda de Aguiar Silveira

Orientador:  Prof. Dr. Joao Marcelo Ribeiro Soares

Curso: Design

 

3º Lugar
Título: A Utilização De Resíduos Plásticos Na Composição De Revestimento Asfáltico
Estudante Pesquisador:  Milena dos Santos Monge
Orientador: Prof. Dr. Edvaldo Jose Scoton 

Curso: Engenharia Civil

 

Modalidade: Iniciação Científica
1º Lugar

Título: Avaliação da resistência à fadiga cíclica e torcional dos instrumentos reciprocantes Unicone 25.06 e Unicone Plus 25.06

Estudante Pesquisador: José Franscico Pinezi Barbieri de Toledo

Orientador: Prof. Dr. Murilo Priori Alcalde 

Curso: Odontologia

 

2º Lugar

Título: O Quinze De Novembro Do Sexo Feminino: A Imprensa Feminina Carioca No Final Do Século XIX

Estudante Pesquisador: Gabriela Marcondes dos Santos

Orientadora: Profa Dra. Lourdes Madalena Gazarini Conde Feitosa

Curso: História

 

3º Lugar

Título: Aplicativo Móvel Para Auxílio No Diagnóstico Do Paciente Durante O Atendimento Médico Remoto

Estudante Pesquisador:  Nicole da Silva Carvalho

Orientador: Prof. Dr. Elvio Gilberto Da Silva

Curso: Ciência da Computação

Serviço

Iniciação Científica

Telefone: (14) 2107-7260

E-mail: ic@unisagrado.edu.br

Local: Bloco G - Pró Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Mais informações: clique aqui!


Link deste artigo: https://unisagrado.edu.br/site/conteudo/12426-iniciacao-cientifica-a-ciencia-que-ultrapass.html
Tags: UNISAGRADO, Iniciação Científica, Fórum, Pesquisa


Madre Clélia
Cebas

O UNISAGRADO, pertencente ao Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus (IASCJ), é certificado como Entidade Beneficente de Assistência Social na área da educação.

© 2022 | UNISAGRADO. Todos os direitos reservados.

Site Seguro