Facebook Pixel Fallback

Impactos da pandemia na saúde mental

UNISAGRADO promove encontro para discussão da temática de transtornos psicológicas frente à Covid-19



Ansiedade e Depressão são transtornos psicológicos, que, embora muitas vezes pareçam semelhantes, elas têm seus efeitos distintos. A pessoa que sofre de ansiedade pode sentir angustia ou sentir-se ameaçada, ter bloqueios e ser tomada por maus pressentimentos, sem que haja um motivo eminente. Já a depressão se caracteriza por uma tristeza de perdura por muito tempo, e é extremamente aguda. E durante a pandemia da COVID-19, o número de casos as envolvendo, tiveram significativo aumento.

Segundo o coordenador do curso de Psicologia, Prof. Dr. Cleiton José Senem, cada indivíduo reage diferente em situações parecidas, cada reação está ligada à sua estrutura de personalidade bem como sua história de vida e sua capacidade de resiliência. “No caso da pandemia, o medo de morrer, a insegurança, o isolamento social, a incontrolabilidade das situações foram fatores que contribuíram para desencadear transtornos psicológicos. De forma específica, o isolamento social, o distanciamento físico e também emocional de outras pessoas como familiares, colegas de trabalho e de estudo, amigos, tornou-se um problema, porque nós seres humanos somos ontologicamente seres sociais e de relação”, afirma Senem. O professor, ainda pontua que as relações remotas vieram como uma estratégia para suprir a necessidade de contato físico, entretanto não suprem a necessidade do afeto humano que é fundamental para a manutenção da saúde mental.

De acordo com o periódico científico publicado pela JAMA Pediátrica, os números de pessoas que sofrem com sintomas de ansiedade que representavam de 11,6% passaram para 20,5%, e os que sofrem de sintomas depressão que significava 12,9% passaram a ser 25,2%, dentre os 80.879 jovens com 18 anos ou menos de diversos países que foram entrevistados e analisados.

Contudo, essas doenças psicológicas há algum tempo tomaram a merecida notoriedade, deixando de lado o tabu ao falar sobre doenças psicológicas. ”Embora nos últimos anos a preocupação com a saúde mental das pessoas tenha entrado em pauta, ainda encontramos tabus, por conta especialmente de fatores históricos. Obviamente, ao analisar a história da psicologia, identificamos seus primórdios relacionados ao tratamento de neuroses e psicoses entre outros transtornos. Porém, a psicologia é uma ciência que não trabalha apenas com a doença, mas também com o desenvolvimento de habilidades e competências, auxiliando o ser humano no seu processo de construção e realização” explica Senem.

Em 2020, o Brasil se tornou, segundo a OMS, o país mais ansioso do mundo, com mais de 20 milhões de brasileiros que sofrem, de ansiedade. No quadro de depressão, o país ocupa a segunda posição no ranking geral de países que mais sofrem, tendo mais de 12 milhões de casos. 

Evento no UNISAGRADO

No dia 27 de agosto, o Encontro de Psicologia de 2021 foi promovido pelo UNISAGRADO, com o objetivo de apresentar casos clínicos que demonstram os impactos da pandemia na saúde mental de clientes de psicoterapia, especificamente, de indivíduos com diagnósticos de transtornos de ansiedade e depressão. Foram abordados importantes temas da área de atuação desses profissionais, trazendo o contato dos estudantes com especialistas através de palestras de forma remota, através do canal do Youtube do UNISAGRADO, sendo ministradas pelas Profª Dra. Alessandra Salina Brandão e Profª Ma. Natália Pinheiro Orti.

O coordenador do curso de Psicologia conta que o encontro é um evento especial para os estudantes por ser realizado visando o dia do profissional.  ”O encontro do Curso de Psicologia é um momento de celebração, de comemoração do dia do Psicólogo. Tradicionalmente, nesse dia, convidamos profissionais renomados, com experiência profissional e com atuação na pesquisa, no ensino e na extensão. O evento proporciona o acesso dos nossos alunos com esses profissionais que compartilham seu saber e o seu fazer, contribuindo dessa forma com a formação dos nossos alunos”.

Para os estudantes a experiência que o evento proporcionou se torna importante para sua sequencia de estudos até chegar a sua área de atuação, “os alunos gostaram muito da participação da Profª Dra. Alessandra e da Profª Ma. Natália, porque trouxeram exemplos concretos, vivenciados no dia a dia profissional e que corresponderam com as atuações que também são realizadas pelos nossos estagiários do 3º ao 5º ano do curso”, pontua o professor.

Confira o evento na íntegra! Clique Aqui.


Link deste artigo: https://unisagrado.edu.br/site/conteudo/12193-impactos-da-pandemia-na-saude-mental.html
Tags: UNISAGRADO, Evento, Psicologia, Ansiedade, Depressão


Madre Clélia
Cebas

O UNISAGRADO, pertencente ao Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus (IASCJ), é certificado como Entidade Beneficente de Assistência Social na área da educação.

© 2021 | UNISAGRADO. Todos os direitos reservados.

Site Seguro