Reabilitação Oral e Implantes

Sobre o Projeto

No ambulatório multidisciplinar para tratamento de pacientes edêntulos, serão oferecidos tratamento e acompanhamento clínico de pacientes submetidos à reabilitação oral empregando implantes osseointegrados. Para tanto, serão envolvidos profissionais de diversas áreas da odontologia que prestarão suporte técnico para, inicialmente, adequação das condições bucais, diagnóstico e planejamento da sequencia de reabilitação. Posteriormente cada especialidade irá oportunizar, de forma estratégica os tratamentos propriamente ditos, incluindo a instalação dos implantes osseointegráveis e suas respectivas próteses. Sabe-se que a Implantodontia, atualmente, consiste não apenas numa especialidade, mas numa interação de várias áreas odontológicas, numa abordagem mais complexa e global dos pacientes. Da mesma forma, busca-se uniformizar um grupo de apoio docente para prestar tal serviço, com este caráter integrado, servindo de base para disciplinas de Implantodontia dos cursos regulares da Instituição. Assim, este ambulatório terá relacionamento com diversas disciplinas dos cursos de graduação e pós-graduação do UNISAGRADO, assim como parcerias com outras instituições de referencia na área.



Objetivos

Como objetivo maior, tem-se o estabelecimento de um ambulatório especializado, de atividade permanente, com protocolos sedimentados, independentemente do profissional envolvido, o que garante a continuidade da prestação de serviço e acompanhamento do paciente tratado.

Serão inúmeras as informações disponibilizadas durante este atendimento, que permitirão desenvolvimento de projetos de pesquisa, pelo levantamento dos dados de pacientes operados, e instituição de novos protocolos terapêuticos.

O ambulatório dará suporte a pacientes provenientes das diversas áreas clinicas da Instituição, assim como a população em geral e profissionais que poderão recorrer ao serviço para auxílio no manejo destes quadros de edentulismo.


Público alvo

Pacientes com necessidade de reabilitação oral.


Estatística

No 1º semestre de 2018 tivemos 167 pessoas atendidas de forma direta e 167 atendimentos de forma indireta pelo projeto.


Metodologias

Serão atendidos pacientes provenientes dos diversos ambulatórios e clínicas da Instituição, ou mesmo referidos por serviços externos. Os pacientes serão submetidos a uma triagem inicial, obedecendo ordem de inscrição e capacidade operacional do ambulatório. Como primeira consulta, será feita entrevista, preenchimento de ficha, solicitação de exames específicos (laboratoriais, radiográfico, tomográfico e modelos), eventualmente moldagem e confecção de modelos de estudo para estudo e planejamento.

Após entrega da documentação será estabelecida a estratégia de tratamento com encaminhamento para as diferentes clínicas e serviços, se necessário, ou abordagem imediata seguindo a sequencia de atitudes intervencionistas. Da mesma forma será redigido um laudo de diagnóstico e planejamento com estes encaminhamentos e plano a ser executado.

Este laudo será elaborado em reunião do corpo clínico, docentes e discentes, sempre realizada no final do Período de atendimento.

A grande maioria dos pacientes demanda preparo prévio, antes da realização dos implantes osseointegráveis, ou seja, extrações de elementos dentais comprometidos, raspagem e polimento corono-radiculares, restaurações e instalação de prótese fixas ou removíveis provisórias, restabelecendo relações oclusais harmônicas. Durante toda a evolução do tratamento o paciente será acompanhado em consultas e retornos, até que esteja apto ao procedimento cirúrgico de instalação dos implantes e, consequentemente, gozando de melhores condições funcionais.

Neste momento interage a avaliação clínica medica, visando estabelecer um preparo adequado para a realização da cirurgia. Protocolos personalizados serão estabelecidos para os pacientes proporcionando o menor trauma cirúrgico e condições de maior conforto.

Os pacientes Irão submeter-se a preparo específico pré-cirúrgico, composto por sequencia fotográfica, confecção de guias tomográficos, documentação radiográfica e encaminhamento para tomografia computadorizada. Com os exames prontos e na semana do procedimento cirúrgico, será realizado o planejamento da cirurgia, com encaminhamento para o hospital e/ou serviço externo, ou agendamento para cirurgia ambulatorial no próprio ambulatório.

Posteriormente ao procedimento de instalação dos implantes, será dada sequencia em curto ou médio prazo, com a confecção das próteses implantossuportadas. As mesmas serão acompanhadas a curto e longo prazo para identificação das alterações e benefícios produzidos pela terapia, o que irá gerar informação para redirecionamento de condutas e estabelecimento de protocolos, alem de excelente banco de dados para investigações científicas.

Concomitantemente aos procedimentos reabilitadores, será organizado, dentro do ambulatório, um grupo de controle periimplantar dos pacientes, com instruções e cobrança de higiene oral, além de atitudes intervencionistas ligadas a área de Periodontia. Isto porque um dos maiores desafios da atualidade é manter os resultados iniciais obtidos com a osseointegração.


Receba nossas notícias
UNISAGRADO

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2019 | UNISAGRADO. Todos os direitos reservados.

Site Seguro